Av. Brigadeiro Faria Lima, 1826
2º - Andar - Jardim Paulistano
Tel.: 55 11 3812 - 8477
E-mail: clinicalen@clinicalen.com.br

Perguntas e Respostas


Devo sair de fininho para minha filha não chorar?

Pergunta?

Bom dia drº Jairo, Estou com algumas "dúvidas" e como agora iremos nos ver somente daqui 2 meses, resolvi escrever. Na realidade não são dúvidas, e sim gostaria da sua opinião sobre duas situações abaixo: A L. (1 ano e 1 mês) durante a semana dorme na casa da minha mãe (mesmo prédio, andar debaixo), eu chego do serviço, pego levo para casa, dou banho e na hora de dormir eu a levo para a minha mãe, dou a mamadeira e eu a ponho no berço. Faço isso desde que voltei de licença maternidade. Meu objetivo na época foi evitar acordá-la as 6:00 h para levá-la a minha mãe, já que desde os 4 meses ela já dormia a noite toda. Agora estou com dúvidas se devo continuar com esse procedimento, pois tenho receio de que a nossa casa passe a ser vista por ela como uma casa estranha e de "passeio" ou até que estranhe o lugar para dormir... E a outra é a seguinte: Até relacionada à questão acima, os dias que consigo sair de casa as 8:00 da manhã estou deixando ela dormir conosco, só que hoje pela 2ª vez,na hora que eu a deixo na minha mãe e falo que vou sair, ela chora e tenho que sair escondida... Qual é a melhor maneira: explicar a ela que estou indo trabalhar e deixar que ela me veja saindo (mesmo chorando), ou distraí-la e quando ela não perceber devo sair? Em ambos os casos, a minha insegurança é que a Laura esteja ficando "carente" de mãe. O que o Sr. acha ? Muito obrigada por toda a sua atenção D.


Resposta.

D., Tudo bem? Em relação à primeira questão: acho que a situação atual não apresenta problemas. Vocês moram muito perto e a L. sabe diferenciar as casas, não vai achar que por dormir na casa da avó você não seja mais a mãe dela nem sua casa não seja mais a casa dela. As crianças têm perfeita noção desta realidade, que muitas vezes é mesmo confusa. Além disso, não há outras soluções melhores. E existem os finais de semana, que acredito que a Laura durma na casa de vocês e acorde com vocês...e assim por diante. Em resumo: mantenha esse esquema. Em relação à segunda questão: NÃO saia de fininho, sem que ela perceba. Dê "tchau", explique aonde vai (não precisa falar que a mamãe vai ganhar dinheiro...), mesmo que ela chore. São fases, ela vai acostumando, vai ter recaídas, e uma hora acostuma. Ela percebe que você sai e VOLTA. Sair escondido dela gera insegurança. E perpetua a fase do choro. Não acho que a sua filha vai se sentir carente de mãe. A geração filhos de mães trabalhadoras já cresceu e não tem traumas. E a L. ainda tem a sorte de ficar com a Avó durante o dia. Mas lembre-se: aproveite ao máximo as horas suas com a L.. Desligue o celular, procure não atender o telefone, não fique assistindo TV (a não ser que sejam os programas "dela")... Dedique-se exclusivamente a ela! Um abraço Jairo

Assine nossa newsletter e receba primeiro, nossas novidades, dicas e notícias.

© 2016 Clinica Len - Todos os direitos reservados. | Desenvolvido por E-assis