Av. Brigadeiro Faria Lima, 1826
2º - Andar - Jardim Paulistano
Tel.: 55 11 3812 - 8477
E-mail: clinicalen@clinicalen.com.br

Perguntas e Respostas


Traumatismo Craniano - o que fazer?

Pergunta?

Olá Dr. Jairo! Hoje a tarde nosso moleque de 11 meses tomou um tombo feio...empurrou o cadeirão com tudo e caiu de uma altura de 1,20m.Fomos para o hospital imediatamente, tiramos radiografias e a pediatra do hospital disse que nada aconteceu, que temos que ficar de olho nele nos próximos 3 dias para ver se não há nada errado como vômitos ou sonolência excessiva. Minha dúvida é como diferenciar o que é um vômito normal, de quando ele toma muito suco por exemplo (acontece com freqüência) do que pode ser preocupante. Depois do tombo ele vomitou 3 vezes...até agora, pouca coisa, um pouquinho de suco ou de leite. O que pode acontecer além do galo gigante na parte de trás da cabeça? O que mais podemos fazer? Obrigada M.


Resposta.

Prezada M., Os tombos e quedas com mais de 70 cm de altura ou os acidentes automobilísticos aonde exista traumatismo craniano ("bater a cabeça") sempre merecem especial atenção - porque podem estar relacionados a lesões intra-cerebrais, como coágulos, edema, ou fraturas ósseas. Nestes casos - com comprometimento maior - a criança pode apresentar sintomas como vômitos, muita dor, tonturas, vertigens, convulsões e desmaios. Por isso a necessidade desta observação prolongada que foi recomendada. Dependendo da avaliação do médico, deve ser realizada uma tomografia computadorizada para afastar definitivamente estas lesões e uma observação por algumas horas no hospital. Cada caso é um caso e merece individualização na conduta. É impossível diferenciar clinicamente os vômitos estomacais de um vômito decorrente do traumatismo craniano. Normalmente a criança com lesões intra-cerebrais está em mau estado geral, o que não acontece em um simples exagero no suco. Mas isso não é obrigatório. De modo que, se bateu a cabeça e vomitou, a avaliação médica é mandatória. O galo é um hematoma extra-craniano, acima do osso, e não tem qualquer repercussão ou ligação com lesões intra-cranianas. Não requer atenção especial. Procure sempre nestes casos o atendimento médico, como você fez. E, na dúvida, retorne ao hospital para uma reavaliação. Jairo

Assine nossa newsletter e receba primeiro, nossas novidades, dicas e notícias.

© 2016 Clinica Len - Todos os direitos reservados. | Desenvolvido por E-assis